Portuguese
.

Estados brasileiros começam a flexibilizar uso de máscaras; confira as regras

Uso de máscaras deixou de ser obrigatório em locais abertos e fechados no município do Rio de Janeiro

Estados brasileiros começam a flexibilizar uso de máscaras; confira as regras (Twenty20)

Diversos estados brasileiros passaram a flexibilizar o uso de máscaras tanto em lugares abertos quanto em lugares fechados. O uso do item é medida adotada para evitar a contaminação pelo coronavírus. A flexibilização ocorre em meio à queda na taxa de transmissão do coronavírus no país.

Em São Paulo, o governo liberou a população de usar máscaras em locais abertos como ruas, praças, parques, pátios de escolas, estádios de futebol, centros abertos de eventos e autódromos. A medida vale desde quarta-feira (9). Em ambientes fechados, segue sendo obrigatório. No entanto, o governo pode anunciar a liberação a partir do dia 23 de março, no entanto, a medida ainda está em estudo pelo comitê científico.

O estado de Minas Gerais também retirou a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais abertos e a decisão vale a partir de sábado (12). No entanto, o secretário estadual de Saúde informou que os municípios têm autonomia para decidir sobre o tema – podendo, inclusive, deixar desobrigatório o uso em locais fechados. No Maranhão, o uso de máscaras em locais abertos não é obrigatório desde novembro. Em Goiás, estará liberado o uso em locais abertos a partir de segunda-feira (14) e em Manaus a partir de quarta (16). No Mato Grosso e no Acre, também segue sendo obrigatório apenas em locais fechados.

Em Santa Catarina, já foi liberado a obrigatoriedade do uso de máscaras, em lugares abertos e fechados, para crianças com menos de 12 anos. Para todos os outros públicos ainda segue sendo obrigatório.

No município do Rio de Janeiro o uso de máscaras deixou de ser obrigatório na quarta-feira (9). A medida se estende até os transportes públicos. Segundo o Artigo 2º do decreto, deixa de ser obrigatório o uso de máscaras faciais para ter acesso e permanecer em dependências de estabelecimentos industriais, comerciais e de prestação de serviços, bem como de órgãos públicos municipais e demais locais, ambientes e veículos de uso público restrito ou controlado.

Além disso, quando a cidade atingir o índice de 70% da população maior de 18 anos vacinada com a dose de reforço, as pessoas ficam dispensadas de prévia comprovação de vacinação contra a covid-19 para acesso e permanência no interior dos estabelecimentos e locais definidos no Decreto Rio nº 49.894, de 1º de dezembro de 2021, como bares, lanchonetes, restaurantes; academias; estádios e ginásios esportivos; cinemas, teatros, salas de concerto; museus galerias e exposições.

Distrito Federal e Mato Grosso do Sul também não tem mais restrições sobre o uso de máscaras em locais abertos e fechados. No entanto, vale lembrar que é apenas uma recomendação do estado e que as cidades não necessariamente seguem a norma. Cuiabá, capital do MS, mantém obrigatório o uso de máscaras em locais fechados, por exemplo.

Confira as regras do uso de máscaras em cada estado

Sul
Paraná – Uso obrigatório em locais abertos e fechados
Rio Grande do Sul – Uso obrigatório em locais abertos e fechados.
Santa Catarina – Uso obrigatório em locais abertos e fechados para maiores de 12 anos.

Sudeste
São Paulo – Uso obrigatório apenas em locais fechados.
Rio de Janeiro – Estado deixou a cargo dos municípios. Na capital, deixou de ser obrigatório em lugares abertos e fechados.
Minas Gerais – Estado deixou a cargo dos municípios. Belo Horizonte liberou da obrigatoriedade em locais abertos.
Espirito Santo – Uso obrigatório em locais abertos e fechados.

Centro-Oeste
Distrito Federal
– Não é obrigatório o uso de máscaras
Goiás – Uso obrigatório em locais abertos e fechados. A partir de segunda (14) a máscara estará liberada em espaços abertos. Goiânia segue sendo obrigatório.
Mato Grosso – Estado deixou a cargo dos municípios. Cuiabá liberou da obrigatoriedade em locais abertos.
Mato Grosso do Sul – Não é obrigatório uso de máscaras. Campo Grande mantém o uso obrigatório em locais abertos e fechados.

Nordeste
Alagoas
– Uso obrigatório em locais abertos e fechados
Bahia – Uso obrigatório em locais abertos e fechados
Ceará – Uso obrigatório em locais abertos e fechados
Maranhão – Uso obrigatório apenas em locais fechados
Pernambuco – Uso obrigatório em locais abertos e fechados
Paraíba – Uso obrigatório em locais abertos e fechados
Piauí – Uso obrigatório em locais abertos e fechados. Teresina irá retirar a obrigatoriedade em locais abertos na segunda (14)
Rio Grande do Norte – Uso obrigatório em locais abertos e fechados
Sergipe – Uso obrigatório em locais abertos e fechados

Norte
Acre
– Uso obrigatório apenas em locais fechados
Amazonas – Recomenda o uso, mas deixa a cargo das prefeituras. Manaus deixa de exigir o uso em locais públicos na quarta (16)
Amapá – Uso obrigatório em locais abertos e fechados. Em Macapá, é obrigatório apenas em locais fechados.
Pará – Uso obrigatório em locais abertos e fechados
Rondônia – Em Porto Velho é obrigatório apenas em locais fechados.
Roraima – Uso obrigatório em locais abertos e fechados
Tocantins – Uso obrigatório em locais abertos e fechados


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.