Portuguese
.

Presidente do Fed sinaliza que alta de 0,50 pontos nos juros deve vir em reunião de maio

Jerome Powell indicou que movimentos idênticos podem ser necessários nas próximas reuniões

Presidente do Fed sinaliza que alta de 0,50 pontos nos juros deve vir em reunião de maio (Divulgação/Fed)

O presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, sinalizou na última quinta-feira (21) que são altas as probabilidades do banco central americano aumentar as taxas de juros em 0,50 pontos na próxima reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Copom), que acontece nos dias 3 e 4 de maio. Ele ainda indicou que movimentos idênticos a esse podem ser necessários nas reuniões seguintes.

A fala de Powell aconteceu durante um painel de debate com a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, organizado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI). Essa foi a última intervenção pública do presidente do Fed antes da reunião do Copom.

O presidente do banco central americano afirmou que, em seu ponto de vista, “é apropriado haver um movimento um pouco mais rápido” do aumentos das taxas de juro em comparação com o que a Fed fez no passado. Ele ainda afirmou que “existe algo na ideia de um maior peso inicial” na remoção dos estímulos.

Vale lembrar que a instituição já indicou que se prepara para reduzir o balanço patrimonial em cerca de US$ 95 bilhões de forma “faseada”.

Powell finalizou afirmando que não está contando que a inflação tenha atingido seu pico em março, porque, segundo ele, já houve desapontamento com o indicador de preços no passado. Em março, a inflação dos Estados Unidos chegou a 8,5%, o maior patamar desde 1981.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.