Portuguese
.

Volume de serviços cresceu 0,9% em maio, aponta IBGE

Alta de maio foi impulsionada pelos serviços de transporte

Volume de serviços cresceu 0,9% em maio, aponta IBGE (Fernando Frazão/Agência Brasil)

O volume de serviços cresceu no país 0,9% em maio deste ano, segundo os dados divulgados nesta terça-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta veio depois de uma queda de 0,1% em abril. Na comparação com maio de 2021, houve alta de 9,2%, sendo 15ª taxa positiva consecutiva neste tipo de comparação. Os serviços tiveram ainda crescimento de 9,4% no acumulado do ano e de 11,7% no acumulado de 12 meses.

Dessa forma, o setor se encontra 8,4% acima do nível de fevereiro de 2020, ou seja, no período pré-pandemia e 2,8% abaixo de novembro de 2014, ponto mais alto da série histórica.

O avanço de 0,9% foi impulsionado pelas cinco atividades pesquisadas pelo IBGE, com destaque para transportes (0,9%), que se recuperou parcialmente da queda de 2,5% observada na passagem de março para abril.

As outras altas vieram das atividades de informação e comunicação (0,9%), outros serviços (3,1%), profissionais, administrativos e complementares (1,0%) e serviços prestados às famílias (1,9%). O índice de atividades turísticas cresceu 2,6% em relação a abril, sua terceira alta consecutiva. Nesses três meses, o segmento acumulou um ganho de 11,7% e está apenas 0,1% abaixo do patamar de fevereiro de 2020.

Regionalmente, 16 das 27 unidades da Federação assinalaram expansão no volume de serviços em maio de 2022, na comparação com o mês imediatamente anterior, acompanhando o avanço observado no Brasil. Entre os locais que apontaram taxas positivas nesse mês, os impactos mais importantes vieram de São Paulo (0,6%) e de Minas Gerais (3,3%), seguidos por Santa Catarina (3,3%), Mato Grosso do Sul (5,3%) e Amazonas (3,7%). Em contrapartida, Pernambuco (-3,1%), Rio de Janeiro (-0,2%), Mato Grosso (-1,7%) e Paraná (-0,4%) exerceram as principais influências negativas em termos regionais.

No acumulado do ano 2022, frente a igual período de 2021, o avanço do volume de serviços no Brasil (9,4%) se ocorreu em 26 das 27 unidades da Federação. Rondônia (-1,0%) registrou a única influência negativa sobre índice nacional.

com informações da Agência Brasil e IBGE


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.