Portuguese
.

Brasil está entre os líderes do mundo em adoção de criptomoedas

Pesquisa feita pela corretora norte-americana Gemini mostra Brasil e Indonésia liderando

Brasil está entre os líderes do mundo em adoção de criptomoedas (Weedezign_photo/Envato)

A corretora norte-americana de criptomoedas Gemini publicou nesta segunda-feira (4) o Relatório Global do Estado de Criptomoedas de 2022, em que apontou que cerca de 45% de todos os donos de criptomoedas nos Estados Unidos, América Latina e na região Ásia-Pacífico fizeram sua primeira aquisição do ativo em 2021. No Brasil, 51% das pessoas compraram critptoativos pela primeira vez no ano passado.

O Brasil, junto com a Indonésia, liderou o mundo na adoção de criptomoedas – 41% dos entrevistados afirmaram ter esse ativo na carteira. O número é muito maior que o registrado nos Estados Unidos (20%) e no Reino Unido (18%), por exemplo. “Pode ser considerado o fato de que a economia mais instável do que de países mais desenvolvidos e a alta repentina da inflação tenham contribuído na aceleração desse passo“, explica o executivo de investimentos da Invest4U, Vinicius Felchack.

Além disso, foi possível observar que nos países em desenvolvimento, o número de mulheres investindo nesse tipo de ativo é maior do que em países desenvolvidos. No Brasil, 45% dos investidores são mulheres, enquanto na Dinamarca apenas 18%. Já nos Estados Unidos e na Alemanha o publico feminino corresponde a 32%. Israel e Indonésia lideram o ranking com um total de 51% de investidoras mulheres.

A pesquisa ainda indicou que 79% das pessoas que compraram criptomoedas no mundo, fizeram por ser um potencial de investimento de longo prazo.

O que parece ainda ser um ponto de ressalva é que os investidores daqui parecem ainda não saber como comprar, quanto comprar e como fazer hold das moedas – ou seja, comprar e segurar o ativo em carteira. Aqui, vale a pena pensar sobre o planejamento financeiro adequado, para entender melhor sobre a tributação, funcionamento, utilidade e segurança das exchanges de criptomoedas. Até porque, segundo essa mesma pesquisa, 66% dos investidores brasileiros enxerga esse mercado como o futuro do dinheiro, até como ponto de diversificação“, analisa Felchack.

A pesquisa da Gemini foi feita entre novembro de 2021 e fevereiro de 2022 com quase 30 mil pessoas de 20 países diferentes.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.