Portuguese
.

Conflito entre Rússia e Ucrânia entra no 16º dia; confira as últimas notícias

Guerra já matou mais de 13 mil pessoas e deixou 2,5 milhões de refugiados

Conflito entre Rússia e Ucrânia entra no 16º dia; confira as últimas notícias (Anton Myronovych/National Army Academy PAO)

O conflito entre Rússia e Ucrânia entrou em seu 16º dia nesta sexta-feira (11). A guerra, que já matou cerca de 13 mil pessoas, segundo estimativa da agência de notícia Reuters, cria a pior crise de refugiados na Europa desde o fim da Segunda Guerra Mundial. A ONU avalia que pelo menos 2,5 milhões de pessoas já fugiram de solos ucranianos.

Confira as últimas notícias sobre o conflito:

UCRÂNIA INTERROMPE FORNECIMENTO DE NEON
A Ucrânia anunciou a interrupção do fornecimento de neon, substância usada na produção de chips de computadores. O país tem dois dos principais produtores, que são responsável pelo fornecimento de 50% do neon de todo o mundo. Uma das empresas fica na cidade de Mariupol, que está cob cerco de tropas russas há mais de uma semana, e a outra em Odessa, que também sofreu com ataques da Rússia. Com isso, o mundo entra em alerta por conta da escassez do produto, que já estava com problemas para abastecer o mercado devido a alta demanda antes do conflito começar.

PAÍSES TEMEM USO DE ARMAS QUÍMICAS
Os países do ocidente estão preocupados com o possível uso de armas químicas por parte da Rússia, após o país presidido por Vladimir Putin fazer acusações de que a Ucrânia, com o apoio dos Estados Unidos, tem laboratórios para a produção de armamento químico – fato negado por ambos os países. Os EUA já afirmaram que se a Rússia usar esse tipo de arma “pagará um preço alto”, enquanto o primeiro-ministro britânico alertou que isso seria uma desculpa russa. “Começam dizendo que seus oponentes, os americanos, armazenam armamento químico e, quando eles mesmos as utilizam, como temo que possa acontecer, eles terão uma história falsa pronta para contar”, garantiu.

US$ 119 MILHÕES EM PREJUÍZOS FINANCEIROS
O vice-ministro da Economia da Ucrânia, Denys Kudin, informou que os danos causados pela invasão russa já gerou uma perda de US$ 119 milhões para a economia do país. Segundo o governo ucraniano, 75% das empresas que estão em regiões de conflito pararam suas atividades e a maioria das empresas metalúrgicas do leste do país também estão fora de operação.

PUTIN FALA EM “MUDANÇAS POSITIVAS” NAS NEGOCIAÇÕES
O presidente russo falou nesta sexta-feira (11) durante conversa com Alexander Lukashenko, presidente da Bielorrússia, que houve “certas mudanças positivas” nas negociações com a Ucrânia. Ele não deu mais detalhes, mas informou que as conversas entre os países acontecem “praticamente todos os dias”.

ZELENSKY ESTÁ PRONTA PARA CONVERSAR COM PUTIN A QUALQUER MOMENTO
O vice-presidente da Ucrânia, Igor Zhokva, afirmou que o presidente do país está pronto para conversar diretamente com Putin “a qualquer momento”. Segundo Zhokva, apesar de ser bom o encontro entre os chanceleres dos países, “a decisão final de parar a guerra, de fazer um cessar-fogo, de retirar as tropas é tomada por uma única pessoa”.

SECRETÁRIO-GERAL DA OTAN DEFENDE DIREITO DE PAÍSES QUE QUEREM ENTRAR NO BLOCO
O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, criticou o fato de Putin querer proibir a Ucrânia de entrar no bloco. “Países soberanos podem fazer o que quiserem […] Essa ideia de que países poderosos podem decidir o que os países pequenos fazem, esse não é o mundo que queremos viver”, disse. Ele ainda informou que o país está enviando ajuda militar para a Ucrânia, falando que ‘temos que pressionar a Rússia, com sanções, mas também demonstrar apoio à Ucrânia”.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.