Portuguese
.

Número de pessoas físicas investindo na B3 subiu 43% no último ano

Bolsa brasileira atingiu marca de 4.304 milhões de pessoas físicas investindo

Número de pessoas físicas investindo na B3 subiu 43% no último ano (Divulgação/B3)

A B3, bolsa de valores brasileira, divulgou nesta segunda-feira (11) os resultados operacionais do mês de março. Segundo os dados, o número de investidores pessoa física atingiu a marca de 4.304 milhões, um crescimento de 0,4% ante fevereiro e de 43,7% quando comparado ao mesmo período do ano passado.

Já o volume de investimentos em ações ficou em R$ 33.299 bilhões. Apesar de ter crescido 1,7% em relação a fevereiro, teve uma queda de 12,6% em relação a março de 2021, enquanto o investimentos em renda fixa registraram um aumento de 17,3% nos últimos 12 meses – e de 2,4% ante fevereiro – totalizando R$ 4,300 bilhões em março.

Segundo executivo de investimentos da Invest4U, Vinicius Felchack, esse aumento é uma notícia positiva. “Isso mostra que o investidor tem enxergado toda essa tempestade formada por inflação, pandemia, guerra como uma oportunidade de entrada no mercado de renda variável. Vale lembrar que é sempre recomendado verificar seu planejamento e aceitação à riscos em um mercado mais volátil. O fato de haver crescimento no número de pessoas físicas na B3 também pode ser visto por uma hipótese de termos mais investidores novos, da geração Z, com um maior discernimento sobre educação financeira” explica.

Quanto à queda no volume de ações e o aumento de posições em renda fixa, o cenário já era esperado, uma vez que com o avanço da inflação, a política monetária segue o ciclo de alta da taxa básica de juros, a Selic. Com isso, fica mais atrativo ao investidor mais conservador de estar posicionado em ativos de menor volatilidade, maior segurança e com uma relação risco-retorno mais encaixada ao momento. Sendo assim, enquanto alguns investidores enxergam boas oportunidades na bolsa de valores, outros preferem sair de ações e encontrar um lugar mais calmo na renda fixa“, finaliza.

Também houve um aumento no número de empresas listadas na B3 nos últimos 12 meses, saltando de 421 para 452. No entanto, em comparação a fevereiro, houve uma queda de 6 empresas que deixaram de ser listadas na bolsa.

No começo do mês, a B3 anunciou que estava mudando a metodologia de dados de renda variável – o que impactou diretamente no fluxo de investimentos estrangeiros. A empresa encontrou um erro, que vinha acontecendo desde outubro de 2020, e fez com que o saldo de capital estrangeiro na bolsa brasileira caísse R$27 bilhões.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.