Portuguese
.

Ibovespa e bolsas mundiais operam em queda

Mercado demonstra preocupação com a situação da covid na China e com a perspectiva de aumento de juros nos Estados Unidos

Ibovespa e bolsas mundiais operam em queda

A agenda desta semana traz a continuação dos balanços do primeiro trimestre, com destaque no Brasil para os resultados da Vale (VALE3) e da prévia da Petrobras (PETR3; PETR4), enquanto nos Estados Unidos, as big techs divulgam seus resultados dos três primeiros meses. Além disso, a semana também terá diversos dados econômicos, como a divulgação do PIB do primeiro trimestre e dados de inflação medidos pelo PCE nos Estados Unidos, enquanto no Brasil, temos a divulgação do IPCA-15 e IGP-M de abril na quarta e quinta-feira, respectivamente. Na sexta-feira (29), o Ministério do Trabalho divulgará os dados do mercado formal de trabalho de março (CAGED).

Brasil

O Ibovespa abriu a segunda-feira (25) em queda de -1,20% a 109.748 pontos. O índice brasileiro acompanha o mercado exterior e é pressionado pelos commodities, que recuam durante essa manhã. O minério de ferro, em Cingapura, despencava -9,80% a US$ 136 por tonelada, com isso, a Vale (VALE3) recuava -3,06%. O petróleo também operava no negativo, enquanto o Brent desvalorizava -6,05% a US$ 99,73, o WTI caía -6,19% a US$ 95,75.

Internacional

Na Ásia, os mercados fecharam em queda nesta segunda-feira (25), pressionados pela situação da Covid-19 na China e também acompanhando a perspectiva de aumento de juros nos Estados Unidos, que derrubou Wall Street na última sexta-feira. O Xangai Composto, na China continental, liderou as quedas, recuando -5,13% – a maior queda desde fevereiro de 2020. Na sequência, o Hang Seng, em Hong Kong, caiu -3,73%, enquanto o Taiex, em Taiwan, desvalorizou -2,37%. Em Seul, o Kospi caiu -1,76%. Já em Tóquio, o Nikkei recuou -1,90%.

Na Europa, a preocupação com a situação na China e da política monetária americana impactam negativamente nos índices. Além disso, a reeleição de Emmanuel Macron, na França, também pressiona o mercado, visto que ele deve continuar exercendo pressão para que a União Europeia faça embargos ao petróleo e gás russos, o que impactará a economia local. Por volta das 10h10 (horário de Brasília), o Euro Stoxx caia -1,31%, enquanto o CAC 40, na França, recuava -1,40%. Na Alemanha, o DAX registrava queda de -0,93%, seguido pelo FTSE, no Reino Unido, que desvalorizava -1,50%.

Nos Estados Unidos, os principais índices de Wall Street também operam no vermelho. Os investidores seguem cautelosos, à medida que esperam a reunião do Fed que irá definir as novas políticas monetárias do país na próxima semana. O S&P 500 abriu em queda de -0,68%, seguido pelo Nasqad, que recuava -0,71%. O Dow Jones caia -0,48%. Por outro lado, o dólar opera em alta de 1,51% a R$ 4,86.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.