Portuguese
.

Reino Unido irá suspender todas as restrições contra Covid-19

Isolamento para contaminados deixa de ser obrigatório e se torna “recomendação”

Reino Unido irá suspender todas as restrições contra Covid-19 (Photocreo/Envato)

Entra em vigor na próxima quinta-feira (24) o novo decreto do Reino Unido em que suspende todas as restrições sanitárias impostas para conter a pandemia de Covid-19. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, afirmou que o país já tem níveis de imunidade suficiente para confiar apenas na vacinação e nos tratamentos médicos.

Hoje não é o dia em que podemos declarar vitória sobre a Covid-19, porque este vírus não vai embora. No entanto, é o dia em que todos os esforços dos últimos dois anos finalmente nos permitirão proteção enquanto restauramos nossas liberdades“, comemorou o primeiro-ministro.

Sendo assim, a partir de quinta, quem testar positivo para o vírus não será mais obrigado a ficar isolado, porém o governo pede que as pessoas sejam responsáveis e façam o isolamento voluntariamente. A recomendação é que fiquem em casa durante cinco dias. O uso obrigatório de máscaras também será suspenso e o auxílio para pessoas que estavam em isolamento está vetado.

Além disso, a partir de abril, o governo do Reino Unido irá deixar de distribuir testes gratuitos, exceto para população mais vulnerável.

As restrições são suspensas na mesma semana em que foi divulgado que a Rainha Elizabeth II testou positivo e está com a doença. Com isso, Johnson aproveitou para desejar melhoras para a maior autoridade britânica. “Sei que toda a Câmara se juntará a mim para enviar nossos melhores votos a Sua Majestade, a Rainha, para uma recuperação completa e rápida“, disse.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.