Portuguese
.

Copom e Fomc iniciam reuniões para discutir taxa básica de juros

Brasil e Estados Unidos devem divulgar amanhã (4) um aumento na taxa básica de juros

Copom e Fomc iniciam reuniões para discutir taxa básica de juros (Divulgação/Copom)

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) começou nesta terça-feira (3) a reunião que definirá o novo patamar para a Selic. A nova taxa básica de juros deve ser divulgada amanhã (4).

Na ata do encontro anterior, o BC sinalizou que deve aumentar a Selic pela 11a vez consecutiva. O atual ciclo de alta teve início em março de 2021. A taxa atual é de 11,75% ao ano. No último boletim Focus, divulgado ontem (2), o mercado projetou que a taxa básica deve encerrar 2022 em 13,25% ao ano. A taxa Selic serve como parâmetro de quanto o governo paga para tomar dinheiro emprestado por meio da emissão de títulos públicos e é a ferramenta utilizada para controlar a inflação do país.

As estimativas do mercado para a inflação, entretanto, vêm crescendo há 16 semanas – ontem o Focus mostrou que a projeção é de que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial, termine o ano em 7,89%. Em março, o IPCA foi de 1,62%, maior taxa para o mês desde o início do Plano Real, em 1994. Em 12 meses, o acumulado chegou a 11,30%, quase o dobro do teto da meta do Banco Central, que é de encerrar o ano com inflação de 3,5%, com tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos (ou seja, entre 2% e 5%).

A inflação se mantém persistentemente em alta. Além dos dados recentes de IPCA acima do esperado pelo mercado, o ambiente global para a inflação também piorou. A guerra na Ucrânia não apresentou, por ora, um sinal evidente de encerramento ou trégua, somada às novas sanções econômicas contra a Rússia (player importante no mercado de gás e petróleo). Novas restrições na China devido ao espalhamento do covid criam o risco de mais interrupções nas cadeias de suprimentos globais. Ainda assim, as commodities. medidas na nossa moeda, estão relativamente estáveis ​​desde outubro de 2021, o que traz um provável alívio desinflacionário para o segundo semestre deste ano”, explica o Executivo de Investimentos da Invest4U, Vinicius Felchack.

Sendo assim, com todo esse ambiente, o mercado espera uma continuidade do aperto monetário, com alta de 1,0pp na taxa Selic nesta reunião, para 12,75% a.a.. Como o cenário de inflação continua pressionado e incerto, o Copom deve deixar um espaço para futuros ajustes residuais“, afirma.

A política monetária tem também efeito sobre o câmbio. Em tese, as altas na taxa Selic tendem a atrair o investimento externo em títulos públicos brasileiros, cuja rentabilidade aumenta, o que acaba pressionando o dólar para baixo diante do real. Nesta manhã, o dólar estava em R$ 5,02 – a expectativa do Focus é que a moeda norte-americana finalize o ano valendo R$ 5,00.

Eventos em outros países, contudo, têm o poder de mitigar esse efeito. Nesta terça-feira (3), por exemplo, Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) do Federal Reserve Bank (Fed), banco central dos Estados Unidos, também começou a discutir os juros para os títulos norte-americanos. Uma esperada nova alta por lá tem o potencial de atrair fluxo de capital que iria para outros países.

O Fomc (análogo ao Copom aqui no Brasil), deve seguir uma postura mais hawkish (política de aperto monetário e retirada de estímulos pelo banco central norte americano). Os EUA, hoje, passam pela inflação mais alta dos últimos 40 anos e o Federal Reserve deve subir o tom dos juros e elevar as taxas para arrefecer a inflação, já que o país passa por um aquecimento de sua economia pós-pandemia. O consenso de mercado espera uma alta de 0,50 pp e um tom agressivo na declaração pós-reunião“, completou Felchack.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.