Portuguese
.

Boletim Focus reduz projeção da inflação pela 6ª semana seguida

Expectativa é de que o IPCA feche o ano em 7,11%; expectativa para o PIB subiu

Boletim Focus reduz projeção da inflação pela 6ª semana seguida (LenaKate/Envato)

O mercado financeiro projeta que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerada a inflação oficial do país, deve encerrar o ano em 7,11%, ante expectativa de 7,15% na semana passada. Essa é a sexta redução seguida da projeção do índice. O dado está no Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (8). Para 2023, a estimativa de inflação ficou em 5,36%.

Se a inflação realmente ficar no esperado pelo mercado, será o segundo ano consecutivo que ela estoura a meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional, que definiu a meta em 3,5%, com tolerância de 1,5 ponto percentual (ou seja, entre 2% e 5%). O IPCA de julho deve ser divulgado amanhã (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa básica de juros, a Selic, deve permanecer em 13,75% segundo a projeção do mercado. Ou seja, a expectativa é de que a alta realizada na semana passada pelo Comitê de Política Monetária (Copom) seja a última do ano. Vale lembrar que a Selic é a principal ferramenta do BC para alcançar a meta da inflação. Para o fim de 2023, a estimativa é de que a taxa caia para 11% ao ano. 

Já a projeção para o crescimento econômico do país foi revisado para cima. Segundo o mercado financeiro o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil deve encerrar o ano em 1,98%, ante 1,97%. Para 2023, a expectativa é de uma alta de 0,4%. Já a previsão para o dólar se manteve em R$ 5,20 para o final tanto de 2022 quanto de 2023.

em 01/08 (último Focus)08/08 (hoje)
IPCA (inflação oficial)7,15%7,11%
Selic (taxa de juros)13,75%13,75%
PIB1,97%1,98%
Câmbio (dólar)R$ 5,20R$ 5,20
Fonte: Boletim Focus

Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.