Portuguese
.

ONU corta previsão de crescimento econômico global

Instituição revisou dados do PIB global para baixo, caindo de 4% para 3,1%

ONU corta previsão de crescimento econômico global (tampatra/Twenty20)

O Produto Interno Bruto (PIB) global deve ficar em 3,1% em 2022, segundo o relatório mais recente da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado na última quinta-feira (19). Antes, a previsão do crescimento econômico global era de 4%. Segundo a instituição, a principal responsável pela queda é a guerra que acontece no Leste Europeu, que além de ter derrubado a economia global que já estava frágil por conta da pandemia, também provocou uma crise humanitária no velho continente e fez os preços dos alimentos e commodities dispararem em todo o mundo.

A ONU também revisou os dados da inflação, e prevê que com a pressão inflacionária intensificada por conta da guerra, a inflação global deve ficar em 6,7% neste ano – mais que o dobro da média de 2,9% entre 2010 e 2020.

Segundo o relatório, os países com população mais pobre tendem a sofrer mais com esse cenário. “O aumento dos preços dos alimentos e da energia tem efeitos devastadores no resto da economia e vem a representar um problema adicional no que diz respeito a uma recuperação inclusiva, uma vez que afeta desproporcionalmente as famílias de baixa renda que gastam parte mais importante de sua renda para produtos alimentícios“.

Além disso, Hamid Rashid, um dos autores do relatório, e que faz parte da agência de monitoramento econômico global, alertou os países em desenvolvimento para a alta dos juros norte-americanos. “Os países em desenvolvimento precisarão se preparar para o impacto do aperto monetário agressivo do FED (Reserva Federal dos Estados Unidos) e implementar medidas macro-prudenciais apropriadas para conter saídas repentinas e estimular investimentos produtivos”, disse.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.