Portuguese
.

Rio terá bolsa de valores em parceria com Nasqad para negociação de créditos de carbono

Plataforma deve ser lançada no segundo semestre de 2022

Rio terá bolsa de valores em parceria com Nasqad para negociação de créditos de carbono (Divulgação/Nasqad)

Após 21 anos do fechamento da Bolsa de Valores no Rio de Janeiro, o mercado financeiro volta ao estado com a implantação de uma plataforma para a compra e venda de créditos de carbono e ativos ambientais, como energia, clima e florestas. O protocolo de intenções foi assinado pelo governador Cláudio Castro e diretores da Nasdaq, a operadora da Bolsa de Valores de Nova York, na última terça-feira (8), em Nova York. O acordo garante ao Rio o protagonismo na economia verde.

Segundo o governo do estado, a parceria prevê o intercâmbio de informações com a Nasdaq para certificar, emitir e negociar créditos de carbono, como exemplo: contribuintes que quitarem débitos do IPVA receberão créditos ambientais.

Há expectativa que o potencial econômico ambiental do Rio alcance um estoque de 73 milhões de toneladas de carbono, representando R$ 25 bilhões. Cada tonelada deste tipo de ativo pode chegar a valer US$ 5. “O segmento vem ganhando força no mundo e é visto como uma das alternativas de retomada da economia após a crise causada pela pandemia da Covid-19”, apontou o governador

A Bolsa de Ativos Ambientais deve começar a funcionar no segundo semestre do ano. Nos próximos três meses, um grupo de trabalho irá discutir as medidas propostas e criar um projeto-piloto. Após esse período de avaliação, a Nasdaq instalará sua filial brasileira no Rio de Janeiro.

com informações da Agência Brasil


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.