Portuguese
.

Ibovespa fecha estável no primeiro pregão de junho

Índice brasileiro se descolou das demais bolsas mundiais, que fecharam majoritariamente em queda

Ibovespa fecha estável no primeiro pregão de junho

O Ibovespa fechou o dia estável, com leve alta de 0,01% aos 111.360 pontos. O índice brasileiro seguiu na contramão do exterior que teve resultados majoritariamente negativos no primeiro pregão de junho.

O destaque da B3 ficou com a Hypera (HYPE3) que subiu 7,66%, seguida pela Weg (WEGE3) que teve alta de 3,31% e a Usiminas (USIM5) que avançou 2,74%. A Qualicorp (QUAL3) valorizou 2,67%, enquanto a CPFL Energia (CPFE3) subiu 2,52%. A Vale (VALE3) valorizou 2,35%;

No lado negativo, a Azul (AZUL4) liderou as quedas, recuando -5,82%. Na sequência, o Banco Inter (BIDI11) caiu -4,69% e a Gol (GOLL4) desvalorizou -3,86%. A Ecorodovias (ECOR3) teve baixa de -3,80%, enquanto a Americanas (AMER3) recuou -3,78%. A Petrobras (PETR3; PETR4) encerrou o primeiro pregão de junho desvalorizando -0,09% e -0,13%, respectivamente.

Nos Estados Unidos, os índices de Wall Street fecharam em queda após a divulgação do Livro Bege que aumentou a preocupação com a inflação e a possibilidade de uma recessão, diante da necessidade do Fed seguir com o aperto monetário por mais tempo para conter os preços. O S&P 500 caiu -0,75%, enquanto o Nasqad recuou -0,72%. O Dow Jones desvalorizou -0,54%. Por outro lado, o dólar teve alta de 1,08% a R$ 4,80.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.