Portuguese
.

Ibovespa e bolsas internacionais operam em alta com alívio da covid-19 na China

Reabertura gradual da China e revisão dos dados econômicas da zona do euro aumentam o apetito por risco no mundo

Ibovespa e bolsas internacionais operam em alta com alívio da covid-19 na China

A agenda desta terça-feira (17) tem como destaque os números de Produção Industrial e Venda no Varejo de abril dos Estados Unidos, enquanto os investidores também aguardam o pronunciamento de diversos membros do Federal Reserve (Fed). No Brasil, destaque fica por conta do IGP-10 de maio.

Brasil

O Ibovespa abriu com alta de 1,32% aos 109.665 pontos. O índice brasileiro acompanha os mercados internacionais, que retomaram o apetite por risco após os sinais de reabertura da China e o crescimento econômico maior do que o esperado na Europa.

No setor de commodities, o petróleo operava em alta durante a manhã. O Brent subia 0,19% a US$ 114,46, enquanto o WTI avançava 0,13% a US$ 111,97. O minério de ferro, negociado em Qingdao, subia 0,71% a US$ 129,31.

Internacional

Na Ásia, as bolsas fecharam em alta à medida que os casos de Covid-19 diminuem na China e sinais de que o governo está afrouxando as restrições no país. Na China continental, o Xangai Composto avançou 0,65%, enquanto o Hang Seng, em Hong Kong, disparou e subiu 3,27%. Na sequência, o Taiex, em Taiwan, valorizou 0,98% e o Kospi, em Seul, teve alta de 0,92%. Em Tóquio, o Nikkei subiu 0,42%.

Na Europa, o ânimo dos investidores melhorou com as informações sobre a China e após uma revisão positiva dos últimos números de crescimento da zona do euro. Por volta das 10h30 (horário de Brasília), o Euro Stoxx subia 1,59%, seguido pelo CAC 40, na França, que tinha alta de 1,23%. Na Alemanha, o DAX avançava 1,53%, enquanto o FTSE, no Reino Unido, tinha alta de 0,71%.

Enquanto nos Estados Unidos, os principais índices de Wall Street operam em alta após o crescimento industrial vir maior que o esperado e o varejo também apresentar bons resultados. O S&P 500 subia 1,53%, seguido pelo Nasqad que valorizava 2,08%. O Dow Jones avançava 1,24%. O dólar voltava a operar no negativo nesta terça-feira, recuando -1,67% a R$ 4,97.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.