Portuguese
.

Ibovespa acompanha o exterior e abre o dia em queda

Índice brasileiro saiu da casa dos 110 mil pontos

Ibovespa acompanha o exterior e abre o dia em queda

A agenda desta terça-feira (7) não tem grandes destaques pelo mundo. Na Alemanha, as encomendas à indústria recuaram -2,7% entre março e abril, fazendo os principais índices operaram em baixa nesta manhã. Enquanto isso na Austrália, o banco central aumentou em 50 ponto-base a taxa de juros, para 0,85% – um aumento maior que o esperado. Aqui no Brasil, os investidores devem acompanhar a repercussão da coletiva do presidente feita na noite de ontem para divulgar estratégias para reduzir o preço dos combustíveis.

Brasil

O Ibovespa abriu o dia em queda de -0,37% aos 109.776 pontos. Os investidores devem repercutir hoje a notícia de que o governo tem uma estratégia para tentar diminuir o preço dos combustíveis. Em coletiva realizada na noite de ontem, o presidente anunciou que o governo central irá compensar os estados que aceitaram zerar o ICMS sobre o diesel e gás de cozinha. A medida valeria até dezembro deste ano.

No setor de commodities, o petróleo operava em baixa durante a manhã. O Brent recuava -0,41% a US$ 119,02, enquanto o WTI caía -0,42% a US$ 118,00. O minério de ferro também recuava -0,10% a US$ 145,80, em Cingapura.

Internacional

Na Ásia, as bolsas fecharam sem sentido único à medida que os investidores ficam divididos entre o otimismo pelo relaxamento das restrições na China e as preocupações sobre inflação, política monetária e uma possível recessão. O Xangai Composto, na Chia Continental, teve alta de 0,17%, seguida Nikkei, em Tóquio, que subiu 0,10%. O Hang Seng, em Hong Kong, registrou queda de -0,56%, enquanto o Taiex, em Taiwan, recuou -0,56%. O Kospi, em Seul, caiu -1,66%.

Na Europa, os principais índices operam no campo negativo após os dados mostrarem uma queda inesperada nas encomendas da indústria alemã. Por volta das 10h10 (horário de Brasília), o Euro Stoxx caía -1,34%, seguido pelo CAC 40, na França, que recuava -1,28%. Na Alemanha, o DAX desvalorizava -1,30%, enquanto o FTSE, no Reino Unido, registrava queda de -0,45%.

Nos Estados Unidos, os principais índices de Wall Street também abriram em queda, à medida que os investidores aguardamos dados da inflação que será divulgado na sexta-feira (10). O S&P 500 recuava -0,85%, enquanto o Nasqad recuava -1,12%. O Dow Jones desvalorizava -0,76%. O dólar operava em forte alta de 2,37% a R$ 4,90.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.