Portuguese
.

Ibovespa abre em alta, repondo parte das perdas do último pregão

A terça-feira (10) tem como principal destaque nacional a divulgação da ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em que os membros decidiram por aumentar a taxa de juros em 1 p.p, para 12,75%. Além disso, temos a divulgação dos dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC). No exterior, os investidores acompanham

Ibovespa abre em alta, repondo parte das perdas do último pregão

A terça-feira (10) tem como principal destaque nacional a divulgação da ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em que os membros decidiram por aumentar a taxa de juros em 1 p.p, para 12,75%. Além disso, temos a divulgação dos dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC). No exterior, os investidores acompanham de perto o discurso de seis dirigentes do Federal Reserve Bank (Fed).

Brasil

O Ibovespa abriu com alta de 0,77% aos 104.043 pontos. Hoje os investidores ficam atentos à ata da última reunião do Copom, que deve indicar os próximos passos da política monetária do Brasil. Durante a manhã, o índice ia repondo parte das perdas do último pregão.

No setor de commodities, o petróleo operava com leve queda. O Brent recuava -0,44% a US$ 105,47, enquanto o WTI caía -0,33% a US$ 102,77. Em Qingdao, na China, o minério de ferro recuou -2,34% a US$ 126,88, enquanto em Cingapura, desvalorizava -1,96% a US$ 126,80.

Internacional

Na Ásia, os principais índices do continente fecharam sem uma direção exata. O Hang Seng, em Hong Kong, liderou as quedas da região, recuando -1,84%. Na sequência, o Nikkei, em Tóquio, caiu -0,58% e o Kospi, em Seul, desvalorizou -0,55%. Os índices foram puxadas para baixo após os investidores demonstrarem preocupação com os tombos de Wall Street ontem. Por outro lado, os mercados chineses conseguiram driblar o mau humor e se apoiaram nos papéis do setor bancário. O Xangai Composto, na China continental, avançou 1,06%, enquanto o Taiex, em Taiwan, teve leve alta de 0,08%.

Na Europa, os mercados operavam com resultados positivos, enquanto os investidores buscam por ações duramente castigadas no pregão anterior em meio a temores sobre uma forte desaceleração do crescimento econômico global. Por volta das 10h20 (horário de Brasília), o Euro Stoxx subia 2,21%, enquanto o CAC 40, na França, registrava alta de 1,91%. Na Alemanha, o DAX avançava 2,38%, seguido pelo FTSE, no Reino Unido, que valorizava 1,25%.

Nos Estados Unidos, Wall Street também abriu o dia se recuperando do tombo de ontem. O S&P 500 subia 1,88%, enquanto o Nasqad valorizava 2,72%. Já o Dow Jones avançava 1,57%. O dólar, por outro lado, registrava queda durante a manhã e recuava -0,65% a R$ 5,12.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.