Portuguese
.

Banco Central Europeu mantém juros, mas sinaliza aumento na próxima reunião

BCE afirmou que deseja elevar as taxas de juros em 0,25% na reunião de julho

Banco Central Europeu mantém juros, mas sinaliza aumento na próxima reunião (agafapaperiapunta/Twenty20)

O Banco Central Europeu (BCE) decidiu nesta quinta-feira (9) manter inalteradas as taxas referenciais de juros, mas sinalizou que pretende aumentar a taxa básica de juros em 0,25 ponto percentual em julho e novamente em setembro, com o objetivo de combater a inflação recorde no continente.

A instituição ainda afirmou que um ritmo “gradual mas sustentado de altas de juros será apropriado” após setembro. O objetivo do BCE é fazer com que a inflação volte à meta de 2%. “A calibração desse aumento da taxa de juros dependerá da atualização das perspectivas de inflação de médio prazo. Se a perspectiva de inflação no médio prazo persistir ou se deteriorar, um incremento maior será apropriado na reunião de setembro”, afirmou em comunicado.

A autoridade monetária europeia elevou a projeção da inflação para 2022, 2023 e 2024 e reduziu a previsão do Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro neste ano e no próximo. A projeção para a inflação anual é de 6,8% em 2022; 3,5% em 2023 e 2,1% em 2024. Já para o PIB eles preveem crescimento de 2,8% neste ano, ante expectativa de 3,7%. Para 2023, eles esperam alta de 2,1%, ante projeção de 2,8%.

Além disso, o BCE confirmou o fim do Programa de Compra de Ativos (APP) a partir de 1º de julho, após ajustes nas compras mensais ao longo dos meses de abril, maio e junho.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.