Portuguese
.

União Europeia anuncia novo embargo ao petróleo russo

Bloco irá reduzir em 90% a importação de petróleo provindo da Rússia até o final do ano

União Europeia anuncia novo embargo ao petróleo russo (gnepphoto/Twenty20)

A União Europeia anunciou na noite de segunda-feira (30) que chegou a um acordo sobre o novo embargo ao petróleo russo. O presidente do Conselho Europeu, Chales Michel, anunciou no Twitter que o bloco aprovou o sexto pacote de sanções contra a Rússia por conta da invasão ao território ucraniano.

Segundo Michel, as sanções afetam imediatamente 75% das importações russas de petróleo, sendo que até o final do ano 90% do commodity provindo da Rússia será banido. Ele afirmou que estão “cortando uma enorme fonte de financiamento para a máquina de guerra [russa]”.

O acordo aconteceu ao fim do primeiro dia de uma cúpula extraordinária do bloco europeu em Bruxelas. O objetivo era conseguir barrar 100% do petróleo russo, porém a oposição da Hungria, que teme pela sua segurança energética, acabou flexibilizando as sanções. Com isso, apenas as importações de petróleo russo que chegam pelo mar estão banidas, as entregas pelos oleodutos – caso da Hungria – se mantém.

No entanto, países como a Polônia e a Alemanha, que também recebem o produto via oleodutos, irão renunciar ao recebimento até o final do ano, fazendo com que o embargo afete 90% das importações, informou a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

O sexto pacote de sanções ainda inclui a retirada de um dos maiores bancos russos, o Sberbank, do sistema Swift, bane três emissoras estatais russas e ainda sanciona indivíduos russos por crimes de guerra.

A Rússia invadiu a Ucrânia no dia 24 de fevereiro. A guerra já vitimou ao menos 46 mil pessoas e deixou mais de 6,8 milhões de pessoas refugiadas, causando a maior crise de refugiados na Europa desde a Segunda Guerra.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.