Portuguese
.

Setor de serviços recua 0,1% em janeiro

Queda acontece após dois meses de alta

Setor de serviços recua 0,1% em janeiro (Chawki/Twenty20)

O setor de serviços apresentou uma queda de 0,1% em janeiro, após dois meses de fortes altas que acumularam ganhos de 4,7%. É o que mostra os dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgados nesta quarta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apesar do resultado negativo no primeiro mês de 2022, o setor ainda está 7% acima do nível pré-pandemia. Na comparação com o mesmo período de 2021, houve uma alta de 9,5%. Já no acumulado de 12 meses, a alta é de 12,2%.

Na passagem de dezembro para janeiro, três das cinco atividades pesquisadas tiveram queda no volume de serviços: informação e comunicação (-4,7%), serviços prestados às famílias (-1,4%) e outros serviços (-1,1%). Por outro lado, transportes e serviços profissionais, administrativos e complementares, tiveram altas de 1,4% e 0,6%, respectivamente.

Regionalmente, 12 das 27 unidades da federação tiveram retração em janeiro de 2022, na comparação com o mês imediatamente anterior, acompanhando o decréscimo (-0,1%) observado no Brasil. O impacto mais importante veio do Distrito Federal (-9,1%), seguido por Rio de Janeiro (-1,2%) e Minas Gerais (-1,9%). Em contrapartida, São Paulo (0,6%) e Goiás (4,5%) registraram os principais avanços.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.