Portuguese
.

Ibovespa fecha em alta em dia marcado por sanções contra a Rússia

Bolsas de Wall Street continuam em queda

Ibovespa fecha em alta em dia marcado por sanções contra a Rússia

O Ibovespa fechou a terça-feira (22) em alta de 1,04% a 112.982 pontos. O pregão foi positivo para as empresas negociadas no Brasil, o que explica a alta do índice mesmo em meio a crescente tensão do leste europeu.

Os destaques do pregão ficaram por conta do grupo de moda Soma (SOMA3) que registrou alta de 7,64%, a maior do dia. Em seguida veio a Cogna (COGN3), que avançou 7,49% e a Petz (PETZ3) que, após desvalorizar na segunda, subiu 6,57%. A Fleury (FLRY3) e a Minerva Foods (BEEF3) também registraram altas de 6,49% e 5,85%, respectivamente.

Do lado negativo, a Embraer (EMBR3) foi a empresa a registrar a maior queda do dia, recuando -5,12%. A Americanas (AMER3), que segue com seu site fora do ar, teve baixa de -4,89%. Impactada pelo aumento dos preços no petróleo, que se aproximou de US$ 100 por barril, as ações da 3R Petroleum (RRRP3) recuaram -3,02%, enquanto Petrobras (PETR3;PETR4) registrou queda de 1,66% e 0,44%, respectivamente. Ainda nos destaques negativos, a Cosan (CSAN3) teve baixa de 2,93% e a Meliuz (CASH3) desvalorizou 2,34%.

Nos Estados Unidos, as bolsas fecharam em queda após o presidente americano divulgar sanções contra a Rússia. O S&P 500 recuou -1,01%, enquanto o Nasqad teve queda de -1,23%. O Dow Jones também fechou no negativo, recuando -1,42%. O dólar permanece em queda e fechou o dia em R$5,05 após baixa de 0,88%. O euro também teve queda em relação ao real, recuando 0,73% a R$5,73.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.