Portuguese
.

Ibovespa fecha em queda em dia marcado pela aversão ao risco

Índices internacionais registraram fortes quedas

Ibovespa fecha em queda em dia marcado pela aversão ao risco

O Ibovespa fechou em queda de -2,34% aos 106.247 pontos, com volume financeiro de R$ 29,9 bilhões. O índice brasileiro seguiu a tendência de aversão ao risco internacional que derrubou as bolsas de Nova York.

No pregão, a Locaweb (LWSA3) foi o destaque do dia e liderou os ganhos, avançando 13,95%. Na sequência, a Hapvida (HAPV3) teve alta de 4,45%, enquanto a Ecorodovias (ECOR3) subiu 2,27%. A Taesa (TAEE11) registrou alta de 0,64%. Já a Fleury (FLRY3) e a Eneva (ENEV3) subiram 0,14%.

No lado negativo, o Banco Inter (BIDI11) registrou queda de -8,62%, seguido pela Ultrapar (UGPA3) que recuou -7,71%. A Dexco (DXCO3) caiu -6,43%, enquanto a Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3) teve baixa de -5,82% e a Embraer (EMBR3) recuou -5,79%. A Eletrobras (ELET3; ELET6), que está tendo sua privatização analisada pelo TCU hoje, viu suas ações desvalorizarem -2,16% e -0,73%, respectivamente. A Vale (VALE3) caiu -2,53%, enquanto a Petrobras (PETR3; PETR4) registrou queda de -2,26% e -1,64%, respectivamente.

Nos Estados Unidos, os principais índices de Wall Street despencaram nesta quarta-feira (18) após as falas do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, de que o banco deve aumentar a taxa de juros até o “máximo necessário” para conter a inflação. Com isso, o S&P 500 recuou -4,03%, enquanto o Nasqad desvalorizou -4,73%. O Dow Jones caiu -3,56%. O dólar fechou em alta de 0,80% a R$ 4,92.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.