Portuguese
.

Ibovespa abre em queda e volta a sair do terreno dos 110 mil pontos

Proposta do governo para reduzir preço da gasolina segue no radar dos investidores

Ibovespa abre em queda e volta a sair do terreno dos 110 mil pontos

Na agenda desta quarta-feira (8) o destaque nacional fica por conta da divulgação do IGP-DI de maio. Já no exterior, a zona do euro informa a terceira e última leitura do Produto Interno Bruto (PIB) do bloco do primeiro trimestre.

Brasil

O Ibovespa abriu o dia com queda de -0,81% aos 109.178 pontos. O principal índice brasileiro segue sendo pressionado pela proposta do governo federal para reduzir os preços do combustível. Hoje, governadores devem se encontrar com o presidente do Senado. Além disso, investidores seguem acompanhando a preocupação mundial com a pressão inflacionária e apertos monetários.

No setor de commodities, o petróleo opera em alta durante a manhã. O Brent avançava 0,89% a US$ 121,64, enquanto o WTI valorizava 0,75% a US$ 120,31. Por outro lado, o minério de ferro, em Qingdao, registrava queda de -0,31% a US$ 145,84.

Internacional

Na Ásia, as bolsas fecharam em alta após o alívio no cerco da China contra as empresas do setor de tecnologia. O Hang Seng, em Honk Kong, avançou 2,24%, seguido pelo Nikkei, em Tóquio, que subiu 1,04%. O Xangai Composto, na China continental, teve alta de 0,68%, enquanto o Taiex, em Taiwan, subiu 0,95%. O Kospi, em Seul, valorizou 0,39%.

Na Europa, os principais índices do continente operam em baixa após a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) confirmar expectativas pessimistas para a economia global. Enquanto isso, os investidores aguardam a decisão do Banco Central Europeu (BCE) que será divulgada amanhã (9). Por volta das 10h20 (horário de Brasília), o Euro Stoxx recuava -0,73%, seguido pelo CAC 40, na França, que caía -1,12%. Na Alemanha, o DAX registrada queda de -0,97%, enquanto o FTSE, no Reino Unido, desvalorizava -0,59%.

Nos Estados Unidos, Wall Street também abriu no campo negativo, à medida que os investidores temem a inflação e a perspectiva de um aperto mais agressivo na política monetária do Federal Reserve (Fed), podendo causar uma desaceleração na economia. O S&P 500 recuava -0,65%, seguido pelo Nasqad que caía -0,44%. O Dow Jones desvalorizava -0,68% na abertura do mercado. Já o dólar volta a desvalorizar perante o real, caindo -0,26% a R$ 4,85.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.