Portuguese
.

Balança comercial brasileira registra superávit de US$ 5,444 bi em julho

Nos primeiros sete meses do ano, a balança tem saldo positivo de US$ 39,750 bilhões

Balança comercial brasileira registra superávit de US$ 5,444 bi em julho (rawpixels/Twenty20)

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 5,444 bilhões em julho, valor que representa uma queda de 22,7% em relação com o mesmo período de 2021. Os números foram divulgados nesta segunda-feira (1) pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia.

O valor é referente a US$ 29,954 bilhões em exportações – uma alta de 23% na comparação anual -, contra US$ 24,510 bilhões em importações, valor 41,6% acima de julho do ano passado.

No acumulado de 2022, as exportações somaram US$ 194,079 bilhões, alta de 20% em relação ao mesmo período do ano antecedente. Já as importações ficaram em US$ 154,328 bilhões, aumento de 31,6%.

Com isso, nos primeiros sete meses do ano, a balança comercial do país registra um saldo positivo de US$ 39,750 bilhões, 10,4% a menos que no ano passado. A expectativa do Secex é que até o final do ano o país tenha um superávit de US$ 81,5 bilhões, resultado de US$ 349,4 bilhões em exportações e US$ 268 bilhões em importações.

De acordo com o subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Herlon Brandão, o aumento nos preços de combustíveis e fertilizantes importados tem afetado o saldo da balança comercial. Ele afirma que os preços dos combustíveis aumentaram 69,6% em julho, na comparação com o mesmo mês de 2021. Já nos sete primeiros meses do ano, essa alta chega 88,5% em relação ao acumulado entre janeiro e julho do ano passado.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.