Portuguese
.

Ministro da Saúde estuda rebaixar situação da Covid-19 para endemia

Endemia é status dado para doenças que tem causa e atuação local e que a população e o sistema de saúde já estão preparados

Ministro da Saúde estuda rebaixar situação da Covid-19 para endemia (Alexbowmore/Envato)

O presidente Jair Bolsonaro informou hoje (3) em suas redes sociais que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, estuda rebaixar o status da Covid-19 no Brasil para endemia. A Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou em março de 2020 que o planeta vive um pandemia e ainda não demonstrou estar pronta para rebaixar o status da doença.

A lei a qual o presidente se refere diz que um ato do Ministério da Saúde “disporá sobre a duração da situação de emergência de saúde pública” provocada pela Covid-19 e determina que ato do ministro tratará sobre as condições e os prazos aplicáveis às medidas de prevenção previstas na própria lei, como o uso de máscara, quarentena e isolamento.

Diferença entre pandemia e endemia

Pandemia é o pior dos cenários quando se diz respeito a uma doença, isso porque significa que ela está se estendendo em diversos locais do mundo e que a maior parte da população mundial não é imunes ao agente infeccioso. O status de pandemia também auxilia nas medidas adotadas pelas autoridades sanitárias, auxiliando que todo o planeta aja em conjunto para conter a doença – inclusive países que ainda não registraram a presença do vírus, no caso da Covid-19.

Endemia, por outro lado, é uma doença de causa e atuação local. Ou seja, ela se manifesta com determinada frequência em uma determinada região, mas para qual a população e o sistema de saúde já estão preparados. Ela mantém um padrão estável de casos que prevalece durante um tempo. Se houver alta incidência e a doença persistir por muito tempo, ela pode ser chamada de hiperendêmica.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.