Portuguese
.

Ibovespa abre em queda, andando na contramão da Europa e dos EUA

Principal índice brasileiro perdia os 96 mil pontos durante a manhã

Ibovespa abre em queda, andando na contramão da Europa e dos EUA

A sexta-feira (15) tem como destaque a divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) chinês e os dados de vendas no varejo e da produção industrial nos Estados Unidos.

Brasil

O Ibovespa abriu o dia praticamente estável mas virou para o campo negativo nos primeiros minutos de pregão, recuando -0,70% aos aos 95.451 pontos próximo às 10h45 (horário de Brasília). O principal índice brasileiro ia na contramão da Europa e dos Estados Unidos.

No setor de commodities, o petróleo operava em ligeira alta. O Brent subia 1,37% a US$ 100,46, enquanto o WTI avançava 1,34% a US$ 97,06. O minério de ferro, em Qingdao, caía -4,24% a US$ 96,04.

Internacional

Na Ásia, os principais índices fecharam sem uma direção única após o PIB da China vir abaixo do esperado pelo mercado e registrar um forte recuo em relação ao mês anterior. O Hang Seng, em Hong Kong, caiu -2,19%, seguido pelo Xangai Composto, na China, que desvalorizou -1,66%. Já em Tóquio, o Nikkei avançou 0,54%, enquanto o Kospi, em Seul, subiu 0,37%. Em Taiwan, o Taiex teve alta de 0,78%.

Na Europa, as bolsas operavam em campo positivo após as falas dos dirigentes do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) diminuírem as apostas de um aumento de 1% na próxima reunião. Além disso, o mercado aposta que o Banco Central Europeu deve manter o plano de um aumento de 0,25 pontos percentuais na taxa de juros na próxima semana. Por volta das 10h30 (horário de Brasília), o Euro Stoxx subia 1,66%, seguido pelo CAC 40, na França, que registrava alta de 1,14%. Na Alemanha, o DAX avançava 2,15%, enquanto o FTSE, no Reino Unido, valorizava 1,47%.

Nos Estados Unidos, os investidores também tentam superar o mau humor dos últimos dias enquanto esperam pelos dados do varejo e da indústria. O S&P 500 avançava 1,20% na abertura, seguido pelo Nasqad que subia 1,13%. O Dow Jones valorizava 1,49%. Já o dólar era negociado em alta de 0,19% a R$ 5,43.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.