Portuguese
.

Ibovespa abre em alta, na contramão do mercado internacional

Fracos dados econômicos da China derrubaram a maioria dos principais índices mundiais

Ibovespa abre em alta, na contramão do mercado internacional

Nesta segunda-feira (16), o destaque fica por conta dos dados econômicos da China que vieram bem fracos e empurram as bolsas para baixo. No restante da semana, as atenções se voltam para os Estados Unidos, que irá divulgar as vendas de varejo de abril e a produção industrial. Além disso, tem discurso dos dirigentes do Federal Reserve (Fed) e do Banco Central Europeu (BCE).

Brasil

O Ibovespa abriu em alta de 0,30% aos 107.245 pontos. Nesta semana, nenhum indicador econômico do Banco Central (como o Boletim Focus) será divulgado, por conta da greve dos servidores.

No setor de commodities, o petróleo operava em leve baixa durante a manhã. O Brent caía -0,19% a US$ 111,34, enquanto o WTI recuava -0,05% a US$ 108,58. Por outro lado, o minério de ferro avançava 0,44% em Cingapura, cotado a US$ 131,50.

Internacional

As bolsas asiáticas fecharam sem uma direção única, após a China revelar dados econômicos fracos consequência das medidas contra o surto de covid-19. Na China continental, o Xangai Composto recuou -0,39%, enquanto o Kospi, em Seul, caiu -0,29%. Em Tóquio, o Nikkei avançou 0,45%, seguido pelo Hang Seng, em Hong Kong, que subiu 0,26%. O Taiex, em Taiwan, registrou ganhos de 0,43%.

Na Europa, os índices operam majoritariamente em baixa, repercutindo os fracos dados chineses e aumentando a preocupação com o crescimento econômico local. Além disso, o continente segue vivendo momentos de tensões com a guerra na Ucrânia e com a confirmação de que a Finlândia se candidatou para entrar na Otan. Por volta das 10h15 (horário de Brasília), o Euro Stoxx caía -0,71%, seguido pelo CAC 40, na França, que recuava -0,42%. Na Alemanha, o DAX desvalorizava -0,79%, enquanto o FTSE, no Reino Unido, subia 0,24%.

Nos Estados Unidos, os principais índices de Wall Street operam seguindo o mercado internacional. O S&P 500 recuava -0,31%, enquanto o Nasqad caía -0,62%. O Dow Jones desvalorizava -0,16%. O dólar operava em queda na manhã, recuando -0,15% a R$ 5,05.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.