Portuguese
.

Guerra na Ucrânia segue sem perspectiva de fim

Confira as últimas notícias da guerra que entrou em seu 56º dia

Guerra na Ucrânia segue sem perspectiva de fim (Twitter/Ministério da Defesa da Ucrânia)

Rússia afirma ter realizado mais de mil ataques contra a Ucrânia nesta quarta-feira
O Ministério da Defesa russo confirmou que realizou, pelo segundo diz consecutivo, mais de mil ataques contra os ucranianos. Segundo a pasta, foram 1053 ataques no total, a grande maioria no leste da Ucrânia. Na terça (19), eles já haviam confirmado 1.260 ataques. Segundo a Rússia, eles estão na segunda fase da “operação militar especial”.

Corredor humanitário em Mariupol “não funcionou”
A vice primeira-ministra da Ucrânia,  Iryna Vereshchuk, informou que o corredor humanitário para a retirada de civis em Mariupol “não funcionou”. Segundo ela, as tropas russas violaram o acordo de cessar-fogo e tentar bloquear os veículos.

Kiev recebe visita de presidente do Conselho Europeu
O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, desembarcou nesta quarta-feira (20) na capital da Ucrânia. Ele representa todos os membros da União Europeia e se encontrou com o presidente Volodymyr Zelensky para demonstrar o apoio do bloco aos ucranianos. “Em Kiev hoje. No coração de uma Europa livre e democrática“, disse Michel no Twitter. Os dois conversaram sobre um possível apoio financeiro e também sobre alguns detalhes que faltam para que a Ucrânia se filie à União Europeia.

Rússia testa novo míssil intercontinental
Em meio ao aumento de tensão na Ucrânia, a Rússia informou nesta quarta que testou seu novo míssil balístico intercontinental Samart. “O novo complexo tem as mais altas características táticas e técnicas e é capaz de superar todos os meios modernos de defesa antimísseis. Não tem análogos no mundo e não terá por muito tempo“, disse Putin.

Kremlin diz que metalúrgicas russas estão sofrendo com “atitudes hostis”
A Rússia afirmou hoje que suas metalúrgicas estão sofrendo com a hostilidade de países contrários à Moscou. “Estamos entre os líderes mundiais nesta indústria, e nossos metalúrgicos começaram a enfrentar atitudes hostis. Nossas empresas estão passando por algumas dificuldades”, disse porta-voz do Kremlin, Dmistry Peskov, acrescentando que o país irá criar um plano para combater isso.

Mais de cinco milhões de pessoas fugiram da Ucrânia
O novo balanço da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado hoje, mostrou que mais de cinco milhões de ucranianos já fugiram do país desde o início da guerra, no dia 24 de fevereiro. Segundo a ONU, esse é o maior fluxo de refugiados na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

ONU pede reunião com Putin e com Zelensky
O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, pediu para se encontrar com Volodymyr Zelensky e Vladimir Putin, em Kiev e Moscou, respectivamente. Guterres teve pouco contato com os dois líderes desde que começou a guerra – ele conversou com o presidente ucraniano por telefone uma vez em fevereiro, enquanto o presidente russo se recusa a ter qualquer contato com ele após ter sido acusado de violar a Carta da ONU ao invadir a Ucrânia.

Estados Unidos impõe novas sanções contra a Rússia
O Departamento do Tesouro norte-americano informou hoje que está aplicando novas sanções contra um banco comercial russo, um oligarca e dezenas de indivíduos.



Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.