Portuguese
.

Ata do BCE mostra autoridades interessadas em reverter estímulos

BCE volta a se encontrar no dia 14 de abril

Ata do BCE mostra autoridades interessadas em reverter estímulos (agafapaperiapunta/Twenty20)

O Banco Central Europeu (BCE) divulgou nesta quinta-feira (7) a ata da última reunião do conselho em que mostrou que as autoridades estão dispostas a reverter os estímulos, além de defenderem que com o atual nível da inflação – pico de 7,5% em março – há necessidade de medidas imediatas para normalizar a política monetária do bloco.

Foi argumentado que, para todos os efeitos práticos, as três condições da orientação futura para um ajuste para cima nas principais taxas de juros do BCE já haviam sido atendidas ou estavam muito próximas de ser atendidas”, dizia o documento.

A ata ainda aponta que alguns dos dirigentes defendem que o BCE deve encerrar o Programa de Compra de Ativos (APP) no verão do hemisfério norte – que tem início em julho. “Isso pode abrir caminho para um possível aumento de juros no terceiro trimestre deste ano, à luz da deterioração das perspectivas de inflação”, afirma.

Sobre os efeitos da guerra na Ucrânia, o relatório diz que houve uma “ampla concordância” sobre os efeitos iniciais do conflito na zona do euro, com uma alta da inflação e pressão sobre o crescimento econômico. No entanto, o documento mostra que alguns membros acreditam que o BCE deve “esperar para ver” quais decisões deve tomar, em meio às incertezas proporcionadas pela guerra.

A nova reunião do Conselho está marcada para o dia 14 de abril e eles devem montar um cronograma mais detalhado de como será feita essa reversão de estímulos.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.