Portuguese
.

Gazprom anuncia que Rússia voltará a reduzir fluxo de gás para a Europa

Estatal russa informou que reduziria “o rendimento diário” do oleoduto Nord Stream 1 para a Alemanha a partir desta quarta-feira (27)

Gazprom anuncia que Rússia voltará a reduzir fluxo de gás para a Europa (knopper/Twenty20)

A Gazprom, produtora estatal russa de energia, informou que as exportações de gás natural através do gasoduto Nord Stream 1 serão reduzidos para 20% na próxima quarta-feira (27) – atualmente, o gasoduto opera com 40% da capacidade.

A empresa alega que o corte é por conta de necessidade de reparos de equipamentos, afirmando que houve problemas em uma turbina. Essa redução confirma a ameaça feito pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, na última semana. Na ocasião, ele disse precisaria diminuir o fluxo de envio de gás por conta de uma turbina que estava sendo impedida de ser enviada ao país por conta das sanções impostas após o exército russo invadir o território ucraniano.

A Alemanha, principal impactada, rejeitou a explicação técnica da Gazprom, dizendo que isso é apenas um pretexto para a decisão política da Rússia para aumentar ainda mais o preço da energia. Eles ainda afirmam que a peça citada por Putin não está sujeita a sanção da União Europeia.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.