Portuguese
.

Banco Central libera consulta a ‘dinheiro esquecido’; veja como fazer

Já está no ar o novo site do Banco Central (BC) para a consulta de ‘dinheiro esquecido’ em bancos e instituições financeiras. O Sistema Valores a Receber (SVR) havia sido lançado no dia 24 de janeiro dentro do site do BC, mas sofreu uma queda com o excesso de demanda. Agora, a ferramenta passou a

Banco Central libera consulta a ‘dinheiro esquecido’; veja como fazer (estufapropaganda/Twenty20)

Já está no ar o novo site do Banco Central (BC) para a consulta de ‘dinheiro esquecido’ em bancos e instituições financeiras. O Sistema Valores a Receber (SVR) havia sido lançado no dia 24 de janeiro dentro do site do BC, mas sofreu uma queda com o excesso de demanda. Agora, a ferramenta passou a funcionar em uma página específica para evitar novas quedas.

O site valoresareceber.bcb.gov.br está em um ambiente desvinculado do Sistema Registrato, que hospedou o serviço nos primeiros dias de funcionamento. A partir desta segunda-feira (14) a consulta já está disponível para todos os brasileiros, no entanto, ainda não é possível saber o valor. O resgate da quantia será apenas a partir do dia 7 de março, e respeitando a data de nascimento da pessoa ou da criação da empresa.

Como fazer a consulta?
Para consultar se há algum dinheiro a ser recebido, basta entrar no site do Sistema de Valores a Receber e digitar CPF ou CNPJ e a data de nascimento ou criação da empresa. Se houver alguma quantia para ser resgatada, o sistema irá avisar o dia e horário que você deve retornar ao site.

Como realizar o resgate do valor?
O primeiro passo é ter uma conta no Portal Gov.br. Existem três níveis de login no portal: bronze, prata e ouro. Para o resgate, é preciso que o acesso seja prata ou ouro. O nível prata pode ser obtido pela comparação da foto tirada no aplicativo com as imagens da base da Carteira Nacional de Habilitação ou por meio da validação dos dados pessoais de quem tem conta em um dos seis bancos conveniados ao Portal Gov.br: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, BRB, Caixa Econômica Federal, Santander e Sicoob.

Com a conta criada, será necessário retornar ao site na data e horário indicados durante a consulta. Nesse momento será possível conferir a quantia do resgate e escolher a forma de transferência, que poderá ser via Pix.

Outros pontos importantes

No momento da consulta será informado o dia e horário que você deve retornar ao site para solicitar o reembolso, além disso também há uma data de repescagem – que será em um sábado. Caso você perca as duas datas, deverá retornar ao site no dia 28 de março.

Se a forma de resgate escolhida não for Pix, a instituição financeira escolhida por você entrará em contato para realizar a a transferência. Importante: a instituição não pode pedir dados pessoais nem a sua senha. Fique atento aos golpes! Ninguém está autorizado a entrar em contato com você em nome do Banco Central ou do Sistema Valores a Receber. Eles também não enviam links via e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.