Portuguese
.

Ibovespa abre em alta, na contramão do mercado exterior

Bolsas mundiais sentem a tensão geopolítica entre Estados Unidos e China

Ibovespa abre em alta, na contramão do mercado exterior

A agenda desta terça-feira (2) tem como principal destaque a tensão geopolítica entre Estados Unidos e China, visto que a presidente da Câmara dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, deve chegar ao território de Taiwan ainda hoje – o governo chinês alertou que suas forças armadas estão ‘em alerta’ para caso a visita de fato ocorra. O destaque nacional fica por conta da divulgação do IPC-Fipe de julho e da Pesquisa Industrial Mensal (PIM) de junho. No exterior, foco na participação de dirigentes do Federal Reserve (Fed) em eventos.

Brasil

O Ibovespa abriu em alta de 0,15% aos 102.381 pontos. O principal índice brasileiro opera na contramão de seus pares internacionais. Aqui no Brasil, começa hoje o maior evento de investimentos do mundo, o Expert XP, que une investidores de diversas regiões.

No setor de commodities, o petróleo operava em alta pela manhã. O Brent subia 0,59% a US$ 100,59, enquanto o WTI avançava 0,65% a US$ 94,50. O minério de ferro, em Qingdao, subiu 0,19% a US$ 114,20.

Internacional

Na Ásia, os principais índices do continente fecharam em queda à medida que as tensões geopolíticas se intensificaram com a possível visita da presidente da Câmara dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, a Taiwan. O Hang Seng, em Hong Kong, liderou as quedas do dia recuando -2,36%, seguido pelo Xangai Composto, na China continental, que caiu -2,26%. O Taiex, em Taiwan, perdeu -1,56%, enquanto o Nikkei, em Tóquio, registrou baixa de -1,42%. Em Seul, o Kospi desvalorizou -0,52%.

Na Europa, as bolsas também sentem a tensão política entre China e Estados Unidos e operam majoritariamente em queda. Por volta das 10h30 (horário de Brasília), o Euro Stoxx recuava -0,52%, seguido pelo CAC 40, na França, que caía -0,25%. Na Alemanha, o DAX perdia -0,23%, enquanto o FTSE, no Reino Unido, operava no sentido contrário e subia 0,22%.

Nos Estados Unidos, Wall Street também repercute a possível visita de Pelosi a Taiwan. A China, que consideram o local parte de seu território, já avisou que se a visita de fato acontecer terá “sérias consequências”. Com isso, na abertura do mercado o S&P 500 recuava -0,37%, seguido pelo Nasqad que caía -0,64%. Já o Dow Jones perdia -0,46%. O dólar, por sua vez, valorizava 0,81% a R$ 5,22.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.