Portuguese
.

Ibovespa acompanha mercado internacional e abre em alta

A agenda desta sexta-feira (11) tem como destaque a divulgação da inflação de fevereiro. No exterior, o foco é no CPI da Alemanha. Além disso, os olhos continuam voltadas para o conflito entre Rússia e Ucrânia. Brasil O Ibovespa abriu o dia com alta de 0,49% a 114.221 pontos. O mercado reage ao Índice de

Ibovespa acompanha mercado internacional e abre em alta

A agenda desta sexta-feira (11) tem como destaque a divulgação da inflação de fevereiro. No exterior, o foco é no CPI da Alemanha. Além disso, os olhos continuam voltadas para o conflito entre Rússia e Ucrânia.

Brasil

O Ibovespa abriu o dia com alta de 0,49% a 114.221 pontos. O mercado reage ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgado nesta manhã, que apresentou altas maiores que o esperado.

Internacional

As bolsas asiáticas fecharam a sexta-feira (11) majoritariamente em queda, com os investidores ainda inseguros por conta do conflito no leste europeu e com temores de uma persistência na alta da inflação. O Nikkei, em Tóquio, liderou as quedas ao recuar -2,05%. Na sequência, o Hang Seng, em Hong Kong, caiu -1,61%. Na Coreia do Sul, o Kospi teve baixa de -0,71%, enquanto o Taiex, em Taiwan, recuou -0,97%. Por outro lado, o Xangai Composto, na China continental, teve avanço de 0,41%.

Na Europa, as notícias de que o presidente ucraniano está disposto a conversar diretamente com Putin animou o mercado. Por volta das 10h15 (horário de Brasília), o Euro Stoxx registrava avanço de 2,34%, enquanto o CAC 40, na França, subia 1,90%. O DAX, na Alemanha, tinha alta de 2,98%, enquanto o FTSE, no Reino Unido, avançava 1,37%.

Nos Estados Unidos os índices futuros também apontam para resultados positivos. Durante a manhã, o dólar se mantinha estável, registrando leve alta de 0,01% a R$5,01.


Acompanhe o Mercado

Sua Jornada Investidora

Receba nossas notícias

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro? Receba gratuitamente, de segunda a sexta, as principais notícias e análises no seu email.




    Compartilhe do jeito correto. Selecione a rede social desejada e envie esta matéria gratuitamente.